Como Escolher O Carro Grande Ideal Para A Sua Família Em 5 Dicas

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Reddit
Tumblr

Você está pensando em comprar um carro grande para a sua família, mas não sabe por onde começar?

Você quer um veículo que ofereça espaço, conforto, segurança, economia e um bom custo-benefício? Então, este artigo é para você.

Nós vamos te dar 5 dicas para escolher o carro grande ideal para a sua família, considerando os principais aspectos que você deve avaliar na hora da compra.

Assim, você poderá fazer uma escolha mais consciente e acertada, e evitar arrependimentos ou problemas futuros.

O que é um carro grande?

O que é um carro grande
O que é um carro grande

Antes de mais nada, vamos definir o que é um carro grande. De acordo com o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), os carros são classificados em categorias de acordo com o seu tamanho, peso e capacidade de carga.

As categorias são: micro-compacto, subcompacto, compacto, médio, grande, extra-grande e fora de estrada.

Um carro grande é aquele que tem entre 4,51 e 4,80 metros de comprimento, entre 1,71 e 1,85 metros de largura, entre 1,41 e 1,70 metros de altura, e entre 2,61 e 2,80 metros de distância entre eixos.

Além disso, um carro grande tem entre 1.101 e 1.500 kg de peso, e entre 401 e 600 kg de capacidade de carga.

Alguns exemplos de carros grandes são: Toyota Corolla, Honda Civic, Chevrolet Cruze, Volkswagen Jetta, Hyundai Elantra, entre outros.

Por que escolher um carro grande?

Por que escolher um carro grande
Por que escolher um carro grande

Um carro grande pode ser uma boa opção para quem tem uma família numerosa ou que precisa transportar muitas pessoas ou bagagens com frequência. Um carro grande oferece mais espaço interno, conforto, segurança, desempenho e tecnologia do que um carro menor. Além disso, um carro grande pode ter um design mais sofisticado e elegante, transmitindo uma imagem de status e sucesso.

No entanto, um carro grande também tem algumas desvantagens, como um maior consumo de combustível, um maior custo de manutenção, um maior valor de seguro e de impostos, e uma maior dificuldade de estacionar ou manobrar em espaços apertados.

Portanto, antes de escolher um carro grande, você deve avaliar se ele realmente atende às suas necessidades e expectativas, e se você está disposto a arcar com os custos e os desafios que ele pode trazer.

5 Dicas para Escolher o Carro Grande Ideal para a sua Família

Dicas para Escolher o Carro Grande Ideal para a sua Família
Dicas para Escolher o Carro Grande Ideal para a sua Família

Agora que você já sabe o que é um carro grande e quais são as suas vantagens e desvantagens, vamos te dar 5 dicas para escolher o carro grande ideal para a sua família. São elas:

1. Defina o seu orçamento

A primeira dica é definir o seu orçamento, ou seja, quanto você pode gastar na compra do seu carro grande.

Você deve levar em conta não só o valor do veículo, mas também os custos de financiamento, seguro, impostos, manutenção, combustível, entre outros.

Você pode pesquisar os preços dos carros grandes no mercado, comparando as diferentes marcas, modelos, versões e condições.

Você também pode usar simuladores online para calcular as parcelas do financiamento, o valor do seguro e dos impostos, e o consumo médio de combustível.

Assim, você poderá ter uma ideia mais clara de quanto custa ter um carro grande, e qual é o limite do seu orçamento. Isso vai te ajudar a filtrar as suas opções e a negociar melhor na hora da compra.

2. Escolha o tipo de carroceria

A segunda dica é escolher o tipo de carroceria, ou seja, a forma e o estilo do seu carro grande.

Existem vários tipos de carroceria, como sedan, hatch, perua, SUV, minivan, picape, entre outros.

Cada tipo de carroceria tem as suas características, vantagens e desvantagens, e pode se adequar melhor a diferentes perfis de família.

Por exemplo, um sedan é um carro que tem um porta-malas separado do compartimento dos passageiros, geralmente com uma capacidade de 400 a 600 litros.

Um sedan é um carro que oferece conforto, segurança, desempenho e elegância, sendo ideal para famílias que viajam muito ou que gostam de um carro mais refinado.

Já um hatch é um carro que tem um porta-malas integrado ao compartimento dos passageiros, geralmente com uma capacidade de 300 a 400 litros.

Um hatch é um carro que oferece praticidade, economia, versatilidade e esportividade, sendo ideal para famílias que usam o carro no dia a dia ou que gostam de um carro mais dinâmico.

Uma perua é um carro que tem um porta-malas alongado, geralmente com uma capacidade de 500 a 700 litros.

Uma perua é um carro que oferece espaço, conforto, estabilidade e funcionalidade, sendo ideal para famílias que precisam transportar muitas bagagens ou objetos grandes.

Um SUV é um carro que tem um porte elevado, geralmente com uma capacidade de 400 a 600 litros.

Um SUV é um carro que oferece robustez, segurança, potência e tecnologia, sendo ideal para famílias que enfrentam terrenos irregulares ou que gostam de um carro mais imponente.

Uma minivan é um carro que tem um espaço interno amplo, geralmente com uma capacidade de 500 a 800 litros.

Uma minivan é um carro que oferece espaço, conforto, versatilidade e praticidade, sendo ideal para famílias que têm muitos filhos ou que precisam transportar muitas pessoas.

Uma picape é um carro que tem uma caçamba traseira, geralmente com uma capacidade de 800 a 1.200 litros.

Uma picape é um carro que oferece resistência, força, capacidade de carga e aventura, sendo ideal para famílias que trabalham com transporte de cargas ou que gostam de um carro mais rústico.

Portanto, você deve escolher o tipo de carroceria que mais se adapta ao seu estilo de vida, às suas preferências e às suas necessidades.

3. Compare os modelos disponíveis

A terceira dica é comparar os modelos disponíveis, ou seja, os carros grandes que estão à venda no mercado.

Você deve analisar os aspectos técnicos, funcionais e estéticos de cada modelo, e verificar quais são os seus pontos fortes e fracos.

Você pode usar sites especializados, revistas, catálogos, vídeos, testes, avaliações, opiniões de especialistas e de consumidores, entre outras fontes de informação, para conhecer melhor os modelos que te interessam.

Você também pode visitar concessionárias, feiras, exposições, ou fazer test drives, para ver os carros de perto e sentir como eles são na prática.

Você deve comparar os modelos em relação a fatores como:

  • Espaço: o tamanho e a capacidade do porta-malas, o espaço para as pernas, a cabeça e os ombros dos passageiros, o número de assentos e de portas, a facilidade de acesso e de saída, a modularidade e a flexibilidade dos bancos, entre outros.
  • Conforto: o nível de ruído, a qualidade do ar-condicionado, o tipo e o material dos bancos, a ergonomia e a regulagem dos assentos e do volante, a presença de apoios de braço, de cabeça e de lombar, a iluminação e a ventilação internas, entre outros.
  • Segurança: a presença e a quantidade de airbags, freios ABS, controles de tração e de estabilidade, assistentes de partida em rampa e de frenagem de emergência, sensores e câmeras de estacionamento e de ré, alertas de colisão e de ponto cego, faróis e lanternas de LED, entre outros.
  • Consumo: o tipo e a potência do motor, o tipo e a capacidade do tanque de combustível, o tipo e a eficiência da transmissão, o peso e a aerodinâmica do veículo, o consumo médio na cidade e na estrada, o custo por quilômetro rodado, entre outros.
  • Preço: o valor de mercado do veículo, o valor das parcelas do financiamento, o valor do seguro e dos impostos, o valor da manutenção e das peças de reposição, o valor da revenda e da desvalorização, entre outros.

Você deve comparar os modelos que se encaixam no seu orçamento e no seu tipo de carroceria preferido, e escolher aquele que oferece o melhor equilíbrio entre os fatores acima.

4. Verifique a procedência e a qualidade

A quarta dica é verificar a procedência e a qualidade do carro grande que você pretende comprar.

Você deve checar se o carro tem algum problema mecânico, elétrico, estrutural ou estético, se ele tem algum histórico de acidentes, multas, roubos ou recalls, se ele tem a documentação em dia e em ordem, se ele tem a garantia de fábrica ou de loja, entre outros.

Você pode solicitar o laudo de vistoria, o manual do proprietário, a nota fiscal, o certificado de registro e licenciamento, o comprovante de pagamento do IPVA e do DPVAT, o código do Renavam, entre outros documentos, para conferir a situação do carro.

Você também pode consultar o histórico do carro em sites como o Carfax, o Checkauto ou o Carcheck, usando o número do chassi ou da placa.

Além disso, você pode levar o carro a um mecânico de confiança, ou a uma oficina credenciada, para fazer uma avaliação técnica e um teste de qualidade.

Você pode verificar o estado dos pneus, dos freios, da suspensão, da direção, do motor, da bateria, do escapamento, do sistema de arrefecimento, do sistema de ignição, do sistema de injeção, do sistema de iluminação, do sistema de som, do sistema de navegação, entre outros componentes.

Assim, você poderá ter mais segurança e tranquilidade na hora de comprar o seu carro grande, e evitar surpresas desagradáveis ou prejuízos financeiros.

5. Faça um test drive

A quinta e última dica é fazer um test drive, ou seja, dirigir o carro grande que você quer comprar, para sentir como ele se comporta na prática.

Você deve testar o carro em diferentes situações, como em ruas, avenidas, estradas, curvas, subidas, descidas, buracos, lombadas, semáforos, rotatórias, entre outras.

Você deve observar como o carro acelera, freia, vira, estaciona, troca de marcha, faz ultrapassagens, entre outras manobras.

Você deve avaliar como o carro se adapta ao seu corpo, ao seu estilo de condução, ao seu nível de habilidade, ao seu grau de confiança, ao seu grau de satisfação, entre outros fatores.

Você deve sentir se o carro é confortável, seguro, econômico, potente, estável, ágil, silencioso, moderno, bonito, entre outros atributos.

Você deve verificar se o carro atende às suas expectativas, às suas necessidades e aos seus desejos.

O test drive é a melhor forma de conhecer o carro grande que você quer comprar, e de decidir se ele é o ideal para você e para a sua família. Por isso, não deixe de fazer um test drive antes de fechar o negócio.

Conclusão

Escolher o carro grande ideal para a sua família não é uma tarefa fácil, mas também não é impossível. Você só precisa seguir as 5 dicas que nós te demos neste artigo, e fazer uma escolha mais consciente e acertada.

Veja Também, Financiamento de Carros – 7 Dicas para Encontrar as Melhores Taxas

Lembre-se de definir o seu orçamento, escolher o tipo de carroceria, comparar os modelos disponíveis, verificar a procedência e a qualidade, e fazer um test drive.

Assim, você poderá comprar o carro grande que oferece mais espaço, conforto, segurança, consumo e preço para você e para a sua família.

Esperamos que este artigo tenha sido útil e informativo para você. Se você gostou, compartilhe com os seus amigos e familiares.

Se você tem alguma dúvida, sugestão ou opinião, deixe um comentário abaixo. Nós queremos saber o que você pensa sobre o assunto.

Obrigado pela sua atenção e até a próxima. 😊

Por Lazaro Silva

Por Lazaro Silva

Especialista em Marketing Ditigal e Analista de Sistemas

Compartilhe este post: