Como Conserto De Celular Em 6 Passos Simples

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Reddit
Tumblr
  • Você já teve algum problema com o seu celular e ficou sem saber o que fazer?
  • Você já levou o seu aparelho para uma assistência técnica e se assustou com o preço do conserto?
  • Você já pensou em fazer o conserto de celular por conta própria, mas achou que era muito difícil ou arriscado?

Se você respondeu sim a alguma dessas perguntas, este artigo é para você. Aqui, eu vou te ensinar como fazer o conserto de celular em 6 passos simples, sem gastar muito dinheiro e sem precisar de conhecimentos técnicos.

Você vai ver que não é tão complicado quanto parece, e que você pode economizar muito com essa habilidade.

Mas antes de começar, eu preciso te alertar sobre algumas coisas:

  • Conserto de celular por conta própria pode invalidar a garantia do fabricante, caso ela ainda esteja válida. Por isso, verifique as condições da garantia antes de abrir o seu aparelho.
  • Conserto de celular por conta própria pode causar danos irreversíveis ao seu aparelho, caso você não siga as instruções corretamente ou use ferramentas inadequadas. Por isso, tenha muito cuidado e atenção ao realizar os procedimentos, e use somente peças e ferramentas compatíveis com o seu modelo de celular.
  • Conserto de celular por conta própria pode expor você a riscos de choque elétrico, queimaduras, cortes ou explosões, caso você não tome as precauções necessárias. Por isso, desligue o seu aparelho antes de abrir, retire a bateria se possível, use luvas e óculos de proteção, e evite contato com componentes inflamáveis ou corrosivos.

Se você está ciente desses riscos e responsabilidades, e ainda assim quer tentar o conserto de celular por conta própria, vamos aos passos:

Passo 1: Identifique o problema

Identifique o problema
Identifique o problema

O primeiro passo para um conserto de celular é identificar qual é o problema que ele está apresentando.

Pode ser algo simples, como uma tela rachada, um botão quebrado, uma bateria viciada ou um alto-falante chiando.

Ou pode ser algo mais complexo, como um sistema travado, um vírus, uma placa danificada ou um conector oxidado.

Para identificar o problema, você pode fazer alguns testes simples, como:

  • Ligar e desligar o aparelho, e verificar se ele funciona normalmente.
  • Conectar o aparelho a um carregador, e verificar se ele carrega normalmente.
  • Conectar o aparelho a um computador, e verificar se ele é reconhecido normalmente.
  • Conectar o aparelho a um fone de ouvido, e verificar se o som sai normalmente.
  • Conectar o aparelho a uma rede wi-fi, e verificar se ele navega normalmente.
  • Conectar o aparelho a uma rede móvel, e verificar se ele faz e recebe chamadas normalmente.
  • Tirar uma foto ou gravar um vídeo, e verificar se a câmera funciona normalmente.
  • Abrir um aplicativo ou jogo, e verificar se o desempenho é normal.

Se você não conseguir identificar o problema com esses testes, você pode pesquisar na internet por soluções para o seu modelo de celular, ou consultar um especialista em conserto de celular.

Passo 2: Pesquise a solução

Pesquise a solução
Pesquise a solução

Depois de identificar o problema, o segundo passo é pesquisar qual é a solução mais adequada para ele.

Dependendo do tipo e da gravidade do problema, a solução pode ser simples, como uma limpeza, uma atualização, uma restauração ou uma troca de peça.

Ou pode ser complexa, como uma solda, uma reprogramação, uma recuperação ou uma substituição de placa.

Para pesquisar a solução, você pode usar algumas fontes confiáveis, como:

  • O manual do usuário do seu aparelho, que pode conter informações úteis sobre o funcionamento, a manutenção e a solução de problemas do seu celular.
  • O site oficial do fabricante do seu aparelho, que pode conter informações atualizadas sobre o suporte, a garantia e a assistência técnica do seu celular.
  • O fórum oficial do fabricante do seu aparelho, que pode conter informações compartilhadas por outros usuários que tiveram problemas semelhantes ao seu, e que podem ter encontrado soluções para eles.
  • O YouTube, que pode conter vídeos tutoriais que mostram passo a passo como fazer o conserto de celular, com dicas e truques de profissionais ou amadores experientes.
  • O Google, que pode conter artigos, blogs, sites, podcasts ou outros conteúdos que abordam o tema do conserto de celular, com informações e recomendações de especialistas ou entusiastas.

Ao pesquisar a solução, você deve levar em conta alguns fatores, como:

  • A compatibilidade da solução com o seu modelo de celular, pois nem todas as soluções servem para todos os modelos, e algumas podem até piorar o problema.
  • A disponibilidade da solução na sua região, pois nem todas as soluções são fáceis de encontrar, e algumas podem exigir peças ou ferramentas específicas que não são vendidas em qualquer lugar.
  • O custo-benefício da solução, pois nem todas as soluções valem a pena, e algumas podem sair mais caras do que comprar um celular novo.
  • O grau de dificuldade da solução, pois nem todas as soluções são simples de executar, e algumas podem requerer habilidades ou conhecimentos técnicos que você não tem.

Se você não encontrar uma solução adequada para o seu problema, ou se você não se sentir confiante para executá-la, você pode desistir do conserto de celular por conta própria, e procurar uma assistência técnica de confiança.

Passo 3: Prepare o material

Prepare o material
Prepare o material

Depois de pesquisar a solução, o terceiro passo é preparar o material necessário para executá-la. O material pode variar de acordo com a solução escolhida, mas geralmente inclui:

  • Peças de reposição, como tela, bateria, botão, alto-falante, câmera, conector, placa ou chip, que devem ser compatíveis com o seu modelo de celular, e que devem estar em bom estado de conservação e funcionamento.
  • Ferramentas, como chaves de fenda, pinças, espátulas, ventosas, luvas, óculos, fita adesiva, cola, álcool, algodão, secador de cabelo ou soprador térmico, que devem ser adequadas para o seu modelo de celular, e que devem estar limpas e afiadas.
  • Manual de instruções, que deve conter o passo a passo detalhado de como executar a solução, com imagens, vídeos, dicas e alertas, que devem ser claros e fáceis de seguir.

Para preparar o material, você pode seguir algumas dicas, como:

  • Comprar as peças e as ferramentas em lojas especializadas em conserto de celular, que podem oferecer garantia, qualidade e assistência técnica.
  • Comparar os preços e as condições das peças e das ferramentas em diferentes lojas, que podem variar bastante de acordo com a marca, o modelo, a procedência e a disponibilidade.
  • Testar as peças e as ferramentas antes de usá-las, que podem apresentar defeitos ou incompatibilidades que podem comprometer o resultado do conserto de celular.
  • Organizar as peças e as ferramentas em uma superfície plana, limpa e iluminada, que pode facilitar o manuseio e a visualização do material.

Se você não conseguir preparar o material necessário para executar a solução, ou se você perceber que o material é insuficiente ou inadequado, você pode desistir do conserto de celular por conta própria, e procurar uma assistência técnica de confiança.

Passo 4: Execute a solução

Execute a solução
Execute a solução

Depois de preparar o material, o quarto passo é executar a solução que você pesquisou para o seu problema.

Esse é o passo mais importante e delicado do conserto, pois é onde você vai abrir o seu celular, mexer nos seus componentes e tentar resolver o que está errado.

Para executar a solução, você deve seguir algumas recomendações, como:

  • Seguir o manual de instruções à risca, sem pular ou alterar nenhum passo, pois isso pode comprometer o resultado do conserto ou causar danos ao seu aparelho.
  • Ter paciência e calma, sem pressa ou nervosismo, pois isso pode atrapalhar a sua concentração e a sua precisão ao manusear as peças e as ferramentas.
  • Pedir ajuda se necessário, a alguém que tenha mais experiência ou conhecimento sobre o assunto, ou a um profissional qualificado, pois isso pode evitar erros ou acidentes que podem ser fatais para o seu celular.

A forma de executar a solução vai depender do tipo e da gravidade do problema, mas geralmente envolve os seguintes passos:

  • Abrir o celular, usando as ferramentas adequadas para soltar os parafusos, as travas, as capas e as películas que protegem o seu aparelho, e guardando essas peças em um lugar seguro e organizado.
  • Retirar a bateria, se possível, usando as ferramentas adequadas para desconectar o cabo que liga a bateria à placa, e guardando a bateria em um lugar seguro e isolado.
  • Localizar o componente que está com problema, usando o manual de instruções ou a internet para identificar onde ele fica e como ele é, e observando se ele apresenta algum sinal de dano, como rachadura, quebra, oxidação ou queima.
  • Remover o componente que está com problema, usando as ferramentas adequadas para soltar os parafusos, os cabos, as fitas ou as soldas que fixam o componente à placa, e guardando o componente em um lugar seguro e separado.
  • Limpar o local onde estava o componente que está com problema, usando as ferramentas adequadas para remover a poeira, a sujeira, a gordura, a cola ou a oxidação que podem estar prejudicando o funcionamento do seu celular.
  • Colocar o componente novo ou consertado, usando as ferramentas adequadas para encaixar, conectar, colar ou soldar o componente à placa, e verificando se ele está bem fixado e alinhado.
  • Fechar o celular, usando as ferramentas adequadas para encaixar, travar, parafusar e colar as capas, as películas, as travas e os parafusos que protegem o seu aparelho, e verificando se ele está bem montado e sem sobras ou faltas de peças.

Se você conseguir executar a solução com sucesso, parabéns! Você acabou de fazer conserto do celular por conta própria, e provavelmente economizou muito dinheiro e tempo com isso. 👏

Passo 5: Teste o resultado

Teste o resultado
Teste o resultado

Depois de executar a solução, o quinto passo é testar o resultado do seu conserto. Esse é o passo mais gratificante e emocionante do processo, pois é onde você vai ver se o seu celular voltou a funcionar normalmente, ou se ainda apresenta algum problema.

Para testar o resultado, você deve fazer alguns testes simples, como:

  • Ligar e desligar o aparelho, e verificar se ele funciona normalmente.
  • Conectar o aparelho a um carregador, e verificar se ele carrega normalmente.
  • Conectar o aparelho a um computador, e verificar se ele é reconhecido normalmente.
  • Conectar o aparelho a um fone de ouvido, e verificar se o som sai normalmente.
  • Conectar o aparelho a uma rede wi-fi, e verificar se ele navega normalmente.
  • Conectar o aparelho a uma rede móvel, e verificar se ele faz e recebe chamadas normalmente.
  • Tirar uma foto ou gravar um vídeo, e verificar se a câmera funciona normalmente.
  • Abrir um aplicativo ou jogo, e verificar se o desempenho é normal.

Se você não conseguir testar o resultado com esses testes, você pode pesquisar na internet por testes mais específicos para o seu modelo de celular, ou consultar um especialista em conserto de celular.

Passo 6: Avalie o custo-benefício para o conserto de celular

Avalie o custo-benefício para o conserto de celular
Avalie o custo-benefício para o conserto de celular

Depois de testar o resultado, o sexto e último passo é avaliar o custo-benefício do seu conserto.

Esse é o passo mais importante e crítico do processo, pois é onde você vai ver se valeu a pena o conserto de celular por conta própria, ou se seria melhor ter comprado um celular novo ou levado a uma assistência técnica.

Para avaliar o custo-benefício, você deve levar em conta alguns fatores, como:

  • O tempo que você gastou para consertar seu celular, desde a pesquisa até o teste, e comparar com o tempo que você gastaria para comprar um celular novo ou levar a uma assistência técnica.
  • O dinheiro que você gastou para um conserto de celular, incluindo as peças, as ferramentas e os impostos, e comparar com o dinheiro que você gastaria para comprar um celular novo ou levar a uma assistência técnica.
  • A qualidade do seu conserto, considerando se o seu celular ficou funcionando perfeitamente, se ficou com algum defeito residual, ou se ficou pior do que antes, e comparar com a qualidade que você teria se comprasse um celular novo ou levasse a uma assistência técnica.
  • A satisfação do seu conserto, avaliando se você ficou feliz e orgulhoso com o seu trabalho, se você ficou frustrado e arrependido com o seu trabalho, ou se você ficou indiferente e conformado com o seu trabalho, e comparar com a satisfação que você teria se comprasse um celular novo ou levasse a uma assistência técnica.

Se você concluir que o custo-benefício do seu conserto foi positivo, parabéns! Você fez um bom negócio, e provavelmente aprendeu muito com essa experiência. 👍

Se você concluir que o custo-benefício do seu conserto foi negativo, não se preocupe. Você não foi o primeiro, nem será o último a se dar mal nessa tentativa. O importante é aprender com os erros, e não desistir de tentar. 👎

Conclusão

Neste artigo, eu te ensinei sobre e como fazer conserto de celular em 6 passos simples, sem gastar muito dinheiro e sem precisar de conhecimentos técnicos.

Você viu que não é tão complicado quanto parece, e que você pode economizar muito com essa habilidade.

Veja Também, Como Fazer Uma Decoração de Natal Com 4 Dicas

Mas lembre-se: conserto de celular por conta própria pode invalidar a garantia, causar danos irreversíveis ou expor você a riscos.

Por isso, tome muito cuidado e atenção ao realizar os procedimentos, e use somente peças e ferramentas compatíveis com o seu modelo de celular.

Se você gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos nas redes sociais, e deixe um comentário abaixo com a sua opinião sincera e sugestões de melhorias.

Eu ficarei muito feliz em saber o que você achou, e em poder ajudá-lo ainda mais. Obrigado pela sua leitura, e até a próxima. 😊

Por Lazaro Silva

Por Lazaro Silva

Especialista em Marketing Ditigal e Analista de Sistemas

Compartilhe este post: